quarta-feira, 16 de abril de 2014

Divergente


Páginas:502
Editora: Rocco

Autor: Veronica Roth
Assunto: Distopia
Ano: 2012
Nota: 11111

Sinopse: Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto. A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é. E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.

Crítica: Aos 19 anos, todos os membros das facções passam por testes para descobrirem em que facção tomar: Abnegação, Audácia, Franqueza,  Erudição ou Amizade.
Beatrice é uma divergente, isso quer dizer que não sabe qual sua verdadeira facção por meio dos testes, pelo simples fato de poder controla-los, e ser divergente quer dizer perigo.
Tris escolhe uma facção perigosa no nosso ponto de vista, mais que no final chega a ser super útil todos os perigos que ela passou para se tornar um membro.
E sim, o final já termina com guerra e ficamos com gostinho de quero  mais e super ansiosos para descobrirmos como irão ganhar esta guerra entre facções, se é que irão ganhar.
A maior parte do livro foi com os testes para ver se ela iria entrar na facção. Acho que a guerra verdadeira virão nos próximos volumes.
Tenho certeza que esse é só o começo de muito sangue e tiro.
E sim, já me apaixonei por Quatro e Caleb. Quem ler irá entender.

8 comentários:

  1. Oi Ingrid :)

    Já li Divergente e gostei bastante, mas não foi tudo aquilo que as pessoas falavam. Amanha irei assisti o filme no cinema. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo... as pessoas realmente fazem mto enxame, principalmente comparando-o com jogos vorazes, que não tem nada a ver, a não ser o gênero do livro.
      Nem tô com vontade de assistir o filme, só quando sair na tv msm;

      Excluir
  2. Oiie adorei a resenha, quero muito ler este livro.
    estou seguindo o seu blog !
    Poderia seguir o meu por farvor??
    http://nuvensdelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá, adorei a resenha. Uma pena que não poderei ver o filme (ainda não li o livro :( )
    Tem sorteio lá no blog! Espero que participe!
    Abraços!

    http://alemdeshakespeare.blogspot.com.br/2014/04/sorteio-livro-ghost-rider-estrada-da.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eita rs.
      Já eu naoo vou ver o filme pq to sem money kk.
      :/
      vou da uma olhada.

      Excluir
  4. Oii!
    Gostei da resenha, já tinha ouvido falar sobre esse livro, mas nunca nem procurei saber sobre ele. Achei interessante, mas nem sabia que tinha filme.
    Beijos.
    Segue meu blog? Vou seguir o teu.
    http://mundo-restrito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ^^ Eu sabia mto dos livros, mais nunca tive interesse em comprar logo, mais dai como o filme estava p sair, resolvi compra-lo ^^

      bjs! Seguindo de volta!

      Excluir